O portal de notícias que mais cresce em Tocantins

Exportação de carne suína fecha julho/22 com resultado acima do mês anterior

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

De acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal, divulgadas nesta segunda-feira (1 de agosto), as exportações de carne suína fresca, congelada ou resfriada até o final de julho (21 dias úteis) teve desempenho melhor que junho deste ano.

A receita obtida com as exportações de carne suína até o final de julho, US$ 209.307,697, representa 90,44% do montante obtido em todo julho de 2021, que foi de US$ 231.411,531. No caso do volume embarcado, as 87.911,038 toneladas são 94,8% do total exportado em julho do ano passado, quantia de 92.734,365 toneladas.

Em comparação ao mês anterior, os US$ 209.307,697 arrecadados com as exportações de carne suína são 3,1% superiores do que o registrado em junho, US$ 202.945,597. Sobre o volume, as 87.911,038 toneladas embarcadas em julho são 5,2% superiores do que o que foi computado em junho, montante de 83.536,501.

Senar

O faturamento por média diária neste mês foi de US$ 9.967,033 quantia 5,2% menor do que julho de 2021. No comparativo com a semana anterior, houve queda de 4%.

No caso das toneladas por média diária, foram 4.186,239, houve leve recuo de 0,7% no comparativo com o mesmo mês de 2021. Quando comparado ao resultado no quesito da semana anterior, observa-se baixa de 4,06%.

Já o preço pago por tonelada, US$ 2380,903 é 4,6% inferior ao praticado em julho passado. O resultado, frente ao valor atingido na semana anterior, representaleve alta de 0,04%.

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.