O portal de notícias que mais cresce em Tocantins

Luciano Oliveira parabeniza Goianorte pelos seus 33 anos: “melhor cidade de pequeno porte para se viver no Tocantins”

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Prefeito de Goianorte entre 2013 e 2020 e responsável por eleger a sucessora Nega (Maria de Jesus Amaro de Oliveira Parente), Luciano Oliveira parabenizou a cidade pelos seus 33 anos de existência. Pré-candidato a deputado estadual pelo PSD, Luciano foi responsável por coordenar um trabalho de mudança de panorama completo do município, melhorando a educação pública, a saúde e infraestrutura.

Além disso, começou os trâmites para que toda a exploração mineral realizada em Goianorte fosse recompensada da maneira correta e rendesse importantes recursos para investimentos ao município. Localizada na região Centro-Norte, Goianorte tem cerca de 5,1 mil habitantes e fica a 258,9 quilômetros de Palmas.

Segundo Luciano, no seu primeiro mandato a prefeitura teve que estabilizar o município, regularizar salários atrasados que em alguns casos chegavam a cinco folhas, concluir obras paradas e dar condições para que os investimentos fossem feitos. Tudo isso foi feito e as obras em prol da população começaram a ser feitas.

“Nós resolvemos tudo que estava atrasado, que estava errado e ao mesmo tempo em que começamos a fazer de forma correta a nossa parte. A população reconheceu e nos reconduziu ao cargo com mais de 72% dos votos válidos”, destacou.

Durante os oito anos, a prefeitura entregou escola na zona rural, adquiriu 13 ônibus escolares, concluiu a obra da escola de educação infantil (creche), construiu quadra de esporte e ampliou a principal escola municipal. Na saúde, foram mais de R$ 1 milhão em compras de equipamento, uma nova UBS entregue, outra reformada por completo, além de uma academia pública disponibilizada à população. Na infraestrutura, foram mais de 200 mil metros quadrados de pavimentação, recapeamento e restauração das ruas, 4 mil metros quadrados em calçamento, mais de 43 pontes construídas na zona rural, sendo três de cimento para veículos de porte grande, construção do Parque da vaquejada, do Parque Agropecuário, reforma e ampliação da principal praça da cidade e construção do portal.

“Nós fizemos muita coisa. Dotamos a cidade de equipamentos públicos que dão qualidade de vida para quem mora aqui. Também melhoramos a infraestrutura por completo, possibilitando quem quer investir em uma cidade tranquila e aconchegante, tenha Goianorte como referência”, ressaltou Luciano Oliveira.

Passo para uma nova era

Depois de longa atuação para obter o reconhecimento junto à ANM (Agência Nacional de Mineração), Goianorte recebeu, no final de março, R$ 79,4 milhões de CFM (Contribuição Financeira de Recursos Minerais) referentes a exploração mineral de ferro e minério manganês (magnésio) no município. No mês de abril, foram mais de R$ 9,78 milhões.

O repasse federal leva em conta valores represados desde maio do ano passado. No entanto, a tendência é que o município siga sendo beneficiado em valores bem consideráveis, que podem chegar a R$ 4 milhões nos meses de maior atividade (sem chuva).

O dinheiro conquistado por Goianorte é, basicamente, para investimentos e despesas não contínuas. Não se pode, por exemplo, promover aumentos de salários, mas há permissão para obras estruturantes e aplicações em áreas que tragam benefício direto para a população.

Para se ter uma ideia do tamanho da conquista, o orçamento mensal de Goianorte é de no máximo R$ 1,4 milhão. “Nós trouxemos uma conquista para fazer a diferença. Estamos mudando o patamar do município, vamos ampliar a qualidade de vida e tenho certeza que Goianorte está se transformando na melhor cidade de pequeno porte para se morar no Tocantins”, ressaltou Luciano Oliveira.

Para ele, falta à região Centro-Norte do Tocantins um deputado comprometido com a população local. “Eu sei que nas prefeituras se pode fazer muito em prol dos nossos municípios, mas sem uma interlocução direta junto ao governo estadual e às próprias autoridades federais, não temos todas as armas necessárias. Eu me coloco à disposição para ser esse elo”, finalizou o pré-candidato.

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.