O portal de notícias que mais cresce em Tocantins

DF recua e amplia serviços que abrirão durante lockdown em Brasília

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), editou novo decreto neste sábado (27.fev.2021) ampliando os serviços que manterão as portas abertas durante o lockdown na unidade federativa, que entra em vigor no domingo (28.fev.2021).

Eis a íntegra (83 KB).

Com a atualização, 17 segmentos foram incluídos na lista. São os seguintes:

  • Açougues e peixarias;
  • Veículos automotores;
  • Agências bancárias, lotéricas e afins;
  • Bancas de jornal e revistas;
  • Distribuidoras de alimentos e bebidas;
  • Manutenção de equipamentos médicos e hospitalares;
  • Escritórios e profissionais autônomos (advocacia, contabilidade, engenharia, arquitetura e imobiliária).
  • Lavanderias com entrega em domicílio;
  • Cartórios e serviços notariais e de registro;
  • Hotéis, exceto as áreas comuns;
  • Óticas;
  • Papelarias;
  • Zoológico e parques;
  • Órgãos distritais que prestem atendimento à população;
  • Atividades industriais, sem atendimento ao público;
  • Sistema S (somente atividades administrativas)
  • Cursos de formação de policiais e bombeiros.

Com isso, amplia-se para 32 os serviços liberados para o funcionamento durante os 15 dias de bloqueios na capital federal. Antes, só os serviços essenciais estavam previstos para funcionar, entre eles supermercados, postos de combustíveis, hospitais, farmácias e rituais religiosos.

Ibaneis decidiu manter a proibição de eventos e a venda de bebida alcoólica depois das 20h. Bares e restaurantes seguem barrados. Setor de alimentos operará só em esquema de delivery.

Eventos esportivos –profissionais ou amadores– e estabelecimentos comerciais também foram mantidos na lista de restrições.

Obtenha atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.